CONTATE-NOS: (14) 3237-2319

QUEM SOMOS

Home | Empresa

Responsabilidades do Gerador

Todos os geradores são responsáveis pelos seus resíduos, aos grandes geradores, nos quais se enquadram as construtoras, é atribuído o dever de terem o seu plano de gerenciamento de resíduos sólidos, pois a contratação de serviços de coleta, armazenamento, transporte, transbordo, tratamento ou destinação final de resíduos sólidos, ou de disposição final de rejeitos, não isenta os geradores da responsabilidade por danos que vierem a ser provocados pelo gerenciamento inadequado dos respectivos resíduos ou rejeitos.  (Texto extraído da Lei Federal nº12.305/10http://www.mma.gov.br/estruturas/a3p/_arquivos/36_09102008030504.pdf

Com a entrada em vigor desta nova legislação ficaram proibidas, entre outras, lançamento in natura a céu aberto como formas de destinação ou disposição final de resíduos sólidos ou rejeitos, sujeitando o infrator, além das sanções administrativas, à reclusão em conformidade com a lei nº 9.605/98, ou seja, é proibido o descarte de entulho sem o processamento que empregue técnicas que o recoloquem no mercado.

Lixo um problema mundial

A previsão para os próximos anos, é superar 2 bilhões de toneladas de produção anual no mundo. Boa parte deste volume vem da construção civil, quase 60%, setor em franco crescimento e cuja demanda tende a aumentar.

O Brasil não é exceção e preocupado com a gestão de seus resíduos instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Federal  nº 12.305/10), que por sua natureza e abrangência vincula as das esferas estaduais e municipais, balizando princípios e objetivos, desonera a sociedade do custo do gerenciamento dos RCD (Resíduos de Construção e Demolição), repassado ao gerador.

Neste sentido o parágrafo único do artigo 41 desta lei prescreve que: “Após a recuperação de área por qualquer ente do governo, identificado o responsável pela contaminação, este ressarcirá integralmente o valor empregado ao poder público”.

Serviços:

Separação e reaproveitamento dos resíduos de forma correta para que possam ser reutilizados de forma correta, e destinados para o local adequado. Além de resíduos da construção civil, os outros resíduos que recebemos é destinado para fins devidos.

Como por exemplo:

Ferro é separado por eletro imã e destinado para empresas que reciclam e o devolvem ao mercado.
Plástico é fornecido a empresas de reciclagem e contribui na geração de recursos para pessoas de baixa renda.

Madeira é destinada para produção de BIOMASSA

Triagem para reciclagem e descarte de rejeito para aterro, para que a coleta seletiva realmente aconteça é necessário a colaboração dos usuários no momento do descarte, ao zelar para que cada tipo de material (plástico, papel, metal, rsu , etc.) seja colocado no coletor apropriado.

Reutilização de materias que vão para reciclagem, e separação para o aterro

Todo material recolhido é devidamente separado para ter a sua destinação correta.
Exploração dos recursos naturais

O reaproveitamento dos resíduos beneficiados reduz a exploração dos recursos naturais, o que contribui de forma importante para a diminuição do impacto ambiental no planeta, preserva jazidas minerais e a energia gasta na exploração.

 Prefeituras:

A lei federal 12305/10  trata de forma severa os descartes de resíduos da construção e responsabiliza de forma direta o gerador, além de prever uma política de gestão ambiental dos municípios, além de proibir o descarte desses resíduos sem a segregação e em céu aberto.
Prefeituras, demais órgãos públicos e empresas privadas podem contar com a VIVERDE RAYS para dar o destino correto aos resíduos das construções, colaborar na política de gestão de resíduos do seu município.
O mais importante é transformar o que era lixo e “problema” em renda e reduzir a exploração desses recursos naturais.

Dicas Ambientais VIVERDE:

Os resíduos de concreto britado podem voltar para prefeitura e ajudar na recuperação de estradas vicinais, tornando um clico ambientalmente correto.

Os resíduos de concreto britado, após processados, podem retornar à obra como base para alicerce – substituindo o cascalho – ou como concreto de uso não estrutural para calçadas de passeios.

Para saber mais basta entra em contato com a VIVERDE e entender onde podemos ajudar.

Faça download da lei 12305/10 clicando aqui  http://www.mma.gov.br/estruturas/a3p/_arquivos/36_09102008030504.pdf

Construtoras:

A lei federal 12305/10  trata de forma severa os descartes de resíduos da construção e responsabiliza de forma direta o gerador, isso exige das construtoras um programa para gerenciar estes descartes.
A VIVERDE RAYS está pronta para receber e dar os destinos corretos para estes resíduos, além de gerar documento para o controle ambiental e prestação de contas da Construtora.
Podem nos contatar Construtoras de pequeno, médio e grande porte e agendar uma visita técnica.Para saber mais, basta entrar em contato com a VIVERDE e verificar onde podemos ajudar, entenda melhor ou faça download da lei 12305/10 clicando aqui ou no link do texto.

http://www.mma.gov.br/estruturas/a3p/_arquivos/36_09102008030504.pdf